Monica Uehara

Pessoal, este doce que apresento hoje é uma receita de família! Agradeço a Dona Ilda (minha sogra) que me ensinou a fazê-lo e permitiu a publicação no blog. Aliás, este doce foi feito por ela, que esteve aqui no fim de semana e nos presenteou com ele.
Há até uma estória engraçada de quando minha sogra me ensinou a fazer este doce: Eu ainda era solteira e fui à casa dela para que me ensinasse. Ela preparou a massa, fizemos as bolinhas (beeem pequenininhas) e quando fui fritar, o óleo começou a subir, como leite fervendo! E eu não sabia o que fazer, e quase sai correndo.rsss Aí ela pacientemente me ensinou que é necessário movimentar o óleo com uma escumadeira durante todo o tempo da fritura. Mas, até aí o chão da cozinha e o fogão já estavam encharcados de óleo (que vexame!!). Meu marido (na época namorado, que não sabia "que eu sabia" cozinhar, disse que "teve certeza" que eu jamais tivera fritado um ovo sequer. rss). Olhem só que fofo! Provou que não casou comigo interessado nos meus dotes culinários!!
O requeijão utilizado para a confecção deste doce é aquele "requeijão em Barra" (este aqui), muito consumido no Nordeste. Acredito que aqui em São Paulo podemos encontrá-lo em "Casas do Norte", que vendem produtos nordestinos.

Ingredientes para  a massa:
1 requeijão (mais ou menos do tamanho de 1 tijolo) ralado (este aqui)
1 copo americano de polvilho doce peneirado
mais ou menos 5 ovos (colocar aos poucos até formar uma massa lisa e fácil de modelar que desgrude das mãos.

Ingredientes para a Calda:
1 kg de açúcar
2 copos de água
canela e cravo.

Preparo:
Misturar todos os  ingredientes da massa e fazer pequenas bolinhas (menores que uma bolinha de gude). As bolinhas devem ser bem pequenas pois ao fritar elas crescem.
Fritar em óleo misturado com 2 colheres bem cheias de manteiga de garrafa. Cuidado ao fritar, pois o óleo "sobe" como leite fervendo. Então, é necessário mexer o óleo com uma escumadeira enquanto são fritas as bolinhas.
Deixar esfriar um pouco e misturar a calda.

Marcadores: | edit post
20 Responses
  1. Lala Says:

    hehehehehe!
    lambuzar a cozinha da sogra de óleo não tem preço....coitada!
    mas ela parece bem paciente mesmo!

    Esse doce deve ser maravilhoso...e receita de família é sempre bom né!?

    bjs,

    http://tudojuntoemisturado-lala.blogspot.com


  2. Nunca provei Monica mas fiquei com água na boca, desconhecia essa receita, obrigado por partilhar,

    beijos e bom fim de semana!!


  3. Andréa Says:

    KKKKKKK,UMA COISA QUE NÃO GOSTAMOS É DE COZINHA E FOGÃO SUJOS, RSRS.MAS CORAÇÃO DE SOGRA É IGUAL CORAÇÃO DE MÃE TOLERA TUDO, HEHEHE.
    PARABÉNS PRA SUA SOGRA ESTES DOCINHOS ESTÃO TENTADORES, VOU AO MERCADO CENTRAL PRA VER SE ACHO ESSE REQUEIJÃO POIS ME DEU ÁGUA NA BOCA ESTAS BOLINHAS,HUMMMMMMMMM!

    TENHA UM ÓTIMO FIM DE SEMANA, JUNTO A SUA LINDA FAMÍLIA!
    BEIJOS.......


  4. Hummm, esse doce parece meio perigoso! E sou de Fortaleza e aqui não tem esse requeijão em tijolos não. Não seria um queijo coalho?
    Adriana


  5. Macá Says:

    Mônica
    Nunca tinha ouvido falar em doce de requeijão e fiquei com uma vontade de provar......
    Não sei se é coincidência, mas desde que comecei a fazer um regime (menos comida e quase nada de doces) só entro em blogs que tem cada coisa tão boa. Só pra dar vontade.
    Mas já passei a receita pra meu caderninho; qualquer dia desses vou fazer (se achar os ingredientes)
    beijos


  6. Oi Adriana! vou ver se posto uma foto do requeijão, ta?


  7. AMEI!!! Simples assim, adorei mesmo a idéia e não conhecia, qualquer dia desses vou tentar, beijão


  8. Fla Says:

    Mônica, quantos anos que eu não como este doce... que delícia.
    Nem tinha ideia de como era feito!
    Adorei a receita e imagino o mico na casa da sogra hein...risos.
    Bjs


  9. Diana Says:

    essas receitas de família são boas mesmo. E ficou tão apetitoso, aqui em casa se´ra um sucesso
    bjos


  10. Josy Says:

    Que lindo esse doce Monica, devo confessar que ri muito do episódio da lambança que vc fez na casa da sogra, ainda bem que o amor do maridão foi mais forte kkkkk
    Muito lindo. A cor linda tbém...bjocas um excelente final de semana


  11. Monica a historia do doce eh otima!! Adorei, seu marido deve ter pensado... vou passar fome rssss - Mas olha vc aqui, cheia de receitas maravilhosas... e torturando as amigas rsss - Aqui nao acho nada disso neh! Vou ficar na vontade dessa vez, mas adorei a receita, vou deixar anotadinha pro futuro :D
    Bom final de semana
    Bjs
    Paty


  12. Labidú Says:

    Vaya una receta más original. Dale las gracias a tu suegra por hacertela llegar y poder compartirla. Besinos.


  13. Marly Says:

    Oi, Monica,

    Adoro estas receitas regionais! Conheço uma versão dela feita com queijo, rsrs. Vou levar esta receita!

    Beijoca e bom fim de semana!


  14. Receita de familía sempre fazem o maior sucesso e vc recomendando eu aprovo ,ótimo final de semana bjs!


  15. Imagino o susto que voce levou vendo aquele oleo fervendo subir na panela.
    Parace bom mesmo,
    um beijo linda.

    Marcia Gullo
    www.pecadosdagullo.blogspot.com
    www.blogdagullo.blogspot.com


  16. Moniquinha, posta mesmo uma foto do requeijão que fiquei curiosa...não lembro de ter visto destes por aqui no Nordeste! :) Mas fiquei doida por esse seu docinho da sogra!!Amei e quero fazer, lindos!!! Beijos e ótimo fim de semana Tereza


  17. Rosana Says:

    Oi, Monica! Eu já comi deste doce por aqui, moro no interior da Bahia. Ele é mesmo gostoso e tem sabor do nordeste!rs

    Vc é pra lá de prendada, hein mocinha!rs

    Bjim!


  18. Rute Says:

    Finally eu encontrei esta receita na internet.Quando eu era crianca a minha mae sempre fazia este maravilhoso doce de requeijao.Esta receita vai para o meu file.Bjos!


  19. Eu provei desse doce lá no norte de minas numa cidade chamada Salinas
    em um restaurante, muito bom mesmo;


  20. Este comentário foi removido pelo autor.