Monica Uehara

Mais uma experiência com a Airfryer (veja também frango à passarinho na Airfryer, batata frita caseira na Airfryer),  bolinhos de chocolate na airfryer.
Minhas meninas gostam de sanduichinhos de pão de forma com estes formatos divertidos, então, eu sempre ficava com muitas rebarbas.

Eu sempre preparava os croutons no forno (veja aqui). Experimentei preparar na airfryer e gostei bastante do resultado. Foi bem rápido! Aliás, rápido demais. É necessário um pouco de atenção, pois em poucos segundos eles podem queimar.
Eu gosto de ter sempre croutons em casa. Deixo em um pote hermético e sirvo com sopas e saladas.
Olha só que fácil e rápido:

Ingredientes:
Cubinhos de pão de forma (usei aproximadamente 2 xícaras)
1 dente de alho amassado
orégano
azeite (usei aproximadamente uma colher de sobremesa)

Fiz assim:
Cortei as rebarbas de pão em tamanho menor. Como o pão estava molinho ainda, não deu para cortar cubinhos certinhos. É mais fácil com um pão mais "velhinho".

Coloquei todos os ingredientes dentro de um saquinho plástico e misturei bem.

Despejei o conteúdo do plástico na cestinha da airfryer e deixei na temperatura 180 graus por 5 minutos.

Na metade do tempo, abri a panela e dei uma "sacudida" para misturar os croutons.
Esperei esfriar e guardei em um pote bem fechado.

Dica: O tempo de cocção é variável, dependendo da quantidade de pão e da umidade do mesmo. Então, minha sugestão é que você verifique de tempos em tempos se seus croutons já estão  de acordo com seu gosto e retire-os prontamente, pois em poucos segundos eles poderão queimar.
Monica Uehara

Preparei estes bolinhos com minhas flores (Sophia e Maria) em uma tarde de domingo chuvosa, para entretê-las (é a mesma receita que postei aqui "Cupcakes de chocolate com creme de avelã", só que ao invés do creme de avelã, cobrimos com glacê de leite condensado (clique aqui para ver a receita). 
Foi a primeira vez que utilizei a airfryer (fritadeira sem óleo) para preparar bolinhos. Gostei. A cocção foi rápida e os bolinhos foram assados de maneira uniforme. 

Veja aqui frango a passarinho frito na airfryer
Veja aqui batata frita na airfryer

Ingredientes para 8 bolinhos:
1 xícara de farinha de trigo
1 ovo
meia xícara de água fervendo
1 colher (de chá) de fermento em pó
meia xícara de chocolate em pó (não use achocolatado, pois o resultado não será o mesmo)
meia xícara de açúcar
meia xícara de óleo 

Fiz assim:
Coloquei todos os ingredientes secos em um bowl e aos poucos fui juntando os líquidos. Misturei bem. 

Coloquei em forminhas de papel dentro de forminhas de alumínio para que mantivessem o formato durante a cocção.

Pré aqueci a airfryer em 200 graus por 5 minutos. Couberam 5 bolinhos na cestinha da airfryer e assei em duas vezes por 14 minutos em temperatura 180 graus.

Fiz o teste do palito para saber se os bolinhos já estavam assados.
Estes bolinhos (veja aqui a receita de cupcakes de chocolate com creme de avelã) podem ser assados também na Cupcake maker (que mostrei neste post).
Podem ser assados no forno convencional também.
Monica Uehara

Há muito tempo eu queria experimentar esta receita. Já havia visto em alguns blogs e também alguns comentários a respeito e, guardei a receita para experimentar. Mas, não gostei muito. A consistência fica boa para cobertura, porém o sabor não me agradou. Achei que ficou com um sabor de adoçante. Acredito que isso se deu em razão do emulsificante. De qualquer forma, a receita está aqui, pois, há muita gente que gosta deste glacê.
Hoje, um domingo de chuva, fiquei pensando o que poderia fazer para entreter minhas meninas. Então, preparei esta cobertura para confeitar com elas, uns cupcakes de chocolate que fizemos na airfryer. Elas gostaram e se divertiram cobrindo os bolinhos. Mas, o sabor do glacê  não me agradou e acabei deixando os bolinhos sem cobertura mesmo.
Bolinhos de chocolate preparados na Airfryer confeitados pelas minhas flores Sophia e Maria com o glacê de leite condensado.

Para saber o ponto certinho do glacê, vale a pena ver este vídeo que encontrei no youtube. (clique aqui para ver)

Ingredientes:
1 caixinha de leite condensado 395 ml.
1 colher (sopa) bem cheia de emulsificante

Fiz assim:
Coloquei os dois ingredientes na tigela da batedeira e bati em velocidade alta por aproximadamente 6 minutos. (Bata até que a mistura fique esbranquiçada e com uma consistência que não caia da colher.)
Monica Uehara

Muitos leitores do blog, têm me perguntado a respeito da Airfryer, a panela elétrica que "frita" sem gordura, e por este motivo, vou postar minhas experiências com a panela.
Já preparei várias vezes "batatinha caseira frita" e o resultado é muito bom.
No livrinho que acompanha a Airfryer (a minha é Walitta), vem uma receita para fritar as batatas, que eu experimentei  e não gostei. Na receita, é necessário deixar as batatas de molho na água, antes de colocar na panela. Fiz assim, uma vez, e não gostei do resultado.
Preparei estas, da seguinte maneira:

Ingredientes:
3 batatas pequenas cortadas em palito.
1 colher de chá de azeite.
sal

Fiz assim:
Sequei as batatas com uma folha de papel toalha. Juntei o azeite e misturei bem com as mãos para que o azeite se espalhasse uniformemente pelas batatas.
Coloquei na cesta da airfryer por 10 minutos, na temperatura 180 graus. Retirei, salpiquei o sal e servi.

Escrevi um post há um tempo atrás, sobre a Airfryer (veja aqui o post "Frango a passarinho "frito" na Airfryer), logo que comecei a experimentar a panela. Desde então, minha opinião não mudou. Continuo achando que a Airfryer está mais para "assadeira" do que para "fritadeira". Entretanto, minha opinião, não é negativa. Acredito que ela tem mais pontos positivos do que negativos, e tenho usado bastante. Mas, algumas coisas que tentei "fritar" com a Airfryer, não ficaram boas, talvez, precisasse mudar alguma coisa nas receitas, mas, por enquanto, não deram certo.
Tentei "fritar" os dadinhos de tapioca (receita aqui) e envolvi cada um deles com uma camada de óleo, mas, não ficaram como os fritos. Ficaram parecendo pães de queijo.
Também tentei "fritar" mandioca congelada e não consegui. Ficaram duras.
Senti que nestas duas hipóteses, o efeito foi o mesmo que se eu tivesse usado o forno.
Nunca experimentei preparar "batatas caseiras tipo fritas" no forno, e portanto, não sei dizer se o efeito seria o mesmo das preparadas na Airfryer.

Os pontos positivos continuam sendo:
A sujeira é pouca.
A cocção é rápida.

Estas batatinhas ficaram praticamente iguais às fritas normalmente.

Já experimentei, também as congeladas, ficaram perfeitas. Não foi necessário adicionar gordura porque elas já são envolvidas por uma camada de gordura.
O fato, é que eu já havia experimentado assar no forno, essas batatinhas que são vendidas congeladas, e o resultado foi praticamente igual às preparadas na airfryer. Só que na Airfryer, o tempo de cocção foi bem menor.
Batatas fritas congeladas "fritas" na airfryer
Monica Uehara

Mais uma dica de "finger food", super fácil de preparar. Os componentes destes verrines podem ser preparados previamente. E no momento de servir, basta aquecer e colocar nos copinhos.
Verrines são estas mini porções servidas em copinhos, podem ser doces ou salgadas. Eu sempre via receitas com este nome "verrine", acho "super chique" haha! E nunca tinha parado para pensar que "verre" em língua francesa, nada mais é do que "copo". "Verrine", então, seria "copinho"!!!
Ahá! Agora os nossos "brigadeiros de copinho" nunca mais serão os mesmos. Agora, poderão ser chamados de "verrines de chocolate" ou "verrines de brigadeiro". Achei super legal!

Veja aqui mais receitas de "finger food", belisquetes e acepipes.

Igredientes:

Para o purê de abóbora:
4 xícaras de abóbora japonesa cozida e amassada (veja aqui como descascar abóbora facilmente e como cozinhar abóbora no micro-ondas)
1 xícara de leite
sal e pimenta a gosto
temperos a gosto (usei somente sal e pimenta, mas, se você gostar, pode temperar com o que quiser)

Para a carne seca:
1 caixinha de carne seca desfiada (eu usei esta aqui), mas, se você preferir, pode dessalgar a carne e desfiar normalmente (aproximadamente 300 gramas)
1 cebola pequena picadinha
1 dente de alho amassado
1 colher de sopa de azeite.

Fiz assim:
Purê de abóbora:
Cozinhei a abóbora no micro-ondas (assim), somente com sal e  pimenta. Não adicionei nem água desta vez. Quando a abóbora já estava cozida, juntei o leite e bati no mixer. (Pode utilizar o liquidificador também, mas, coloque o leite primeiro no copo e se necessário, adicione um pouco mais.) Reservei.

Carne seca:
Fritei a cebola e o alho no azeite até dourar. Juntei a carne desfiada e refoguei por um minutinho.

Montagem:
Em cada verrine (copinho), coloquei um pouco do purê de abóbora e por cima, a carne seca. Servi quentinho.

Dica: Pode substituir a carne seca por linguiça calabresa ralada. Também fica fantástico!


Monica Uehara

Pãozinho caseiro é tudo de bom! Eu adoro preparar pães. Este fiz usando a Kitchen Aid, mas, fica perfeito também se sovado à mão. Este pãozinho é uma variação do Pãozinho fofinho (que postei aqui).  A receita do pãozinho fofinho é uma das minha favoritas! Sempre da certo e é possível variar de maneiras infinitas os recheios. Já fiz até enroladinhos de salsicha, com ela (veja aqui a receita). Experimenta e depois me conta! Você vai amar!
Pãozinho fofinho. A receita básica

Ingredientes para aproximadamente 12 pãezinhos.
3 gemas
1/2 xícara (120 ml) de água morna
2 colheres (sopa) açúcar
1/2 colher (chá) sal
1 tablete de fermento biológico fresco (ou meia embalagem de fermento biológico seco)
3 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo (aproximadamente) usei farinha da marca "Fleichmann"
1 colher e meia (sopa) de margarina sem sal.
1 ovo batido para pincelar os pãezinhos.


Recheio:
50 gramas de ricota
50 gramas de queijo gorgonzola
50 gramas de castanhas de caju

Fiz assim: 

Comecei preparando o recheio. Amassei a ricota e o gorgonzola e misturei bem. Quebrei grosseiramente as castanhas e juntei aos queijos. Reservei na geladeira.

Preparei a massa dos pãezinhos assim:
Misturei muito bem todos os ingredientes (exceto o ovo que estava reservado para pincelar os pãezinhos). Coloquei somente 3 xícaras de farinha e reservei o restante.Conforme fui sovando a massa e vendo que a massa "pedia" mais farinha, fui acrescentando. Sovei muuuuito bem a massa (esta parte é super importante para que o pãozinho fique fofinho). Coloquei a massa sovada em um bowl, tampei com plástico filme  e deixei dobrar de volume. Retirei a massa. Recheei e modelei os pãezinhos em formato de bisnaguinhas. Pincelei os pãezinhos com o ovo. Esperei crescer novamente por aproximadamente meia hora. Levei ao forno (que já estava pré-aquecido em aproximadamente 180 graus) em assadeira untada até que estivessem assados e dourados por cima.
Enroladinhos de salsicha. Com esta mesma receita base é possível preparar estes mini dos. 
Dicas:
A massa pode ser sovada com a ajuda da máquina de fazer pão também.
É necessário sovar muito bem para o pãozinho ficar fofinho. Minha ajudante levou a receita e disse que o dela não ficou fofinho. Fui perguntando como ela havia feito para saber o que poderia não ter dado certo, e foi justamente este o ponto, quando perguntei se ela havia sovado suficientemente. Ela me respondeu que não! Aí é lógico, que não daria certo!
É imprescindível que seja utilizado fermento biológico, não pode ser fermento químico.
A quantidade de farinha é muito variável, pois depende do tipo e qualidade de farinha que você utilizar, e também, do tamanho dos ovos, do clima do lugar onde você está preparando. Para não ter erro, minha sugestão, é que você vá adicionando a farinha aos poucos e sovando "para sentir" se a massa pede mais ou já está bom.  
Monica Uehara

Já há muito tempo que eu queria experimentar preparar estes dadinhos em casa, e finalmente, saíram!  Uma beleza, super fácil e deliciosos!
Quem já experimentou os dadinhos do Restaurante Mocotó, que são um arraso?
Estes dadinhos são uma ótima pedida para servir durante os jogos da copa. Super brasileiros!
O que faz toda a diferença no preparo destes acepipes é que eles têm que ficar crocantes e sequinhos por fora e bem macios por dentro.  E não é que estes aqui ficaram?!  O único problema foi que deu vontade de comer sem parar. Servi com geleia de pimenta, mas, você pode servi-los com mel, melaço, qualquer geléia de sua preferência, ou puros mesmo.
Experimentei fritar (assar) alguns na Airfryer (veja aqui um post sobre Airfryer), mas, o resultado não foi o mesmo. Passei um pouco de azeite em cada um dos cubinhos e coloquei na Airfryer por 10 minutos, 200 graus e eles ficaram mais parecidos com pãezinhos de queijo.
A dica, nesta receita, é que você deve fritar os dadinhos congelados, em óleo bem quente. E eles ficarão sequinhos e crocantes por fora e bem macios por dentro! Experimente! Não tem erro.
E o legal também, é que você pode prepará-los antecipadamente, mantê-los congelados e fritar quando quiser.

Veja aqui mais receitas de acepipes, belisquetes e finger food.

Ingredientes:
500 ml de leite fervendo.
250 gramas de tapioca granulada
250 gramas de queijo minas padrão ralado na parte grossa do ralador
sal a gosto

Fiz assim:
Comecei forrando um refratário com plástico filme. Reservei.
Em um bowl, coloquei a tapioca e juntei o leite fervendo e o sal. Misturei bem. Juntei o queijo ralado e misturei mais um pouco.
tapioca granulada
Quando os ingredientes estavam todos incorporados, coloquei no refratário, que já estava com o plástico filme, e espalhei bem. A massa deve ficar com uns dois centímetros de altura. Levei ao freezer, por aproximadamente 20 minutos. Retirei do refratário e cortei em cubinhos.

Congelei os cubinhos "em aberto". (Para congelar em aberto, coloque os cubinhos em um refratário separadamente para não grudarem e leve ao freezer até que estejam congelados.). Esperei até que os cubinhos estivessem congelados e fritei em óleo bem quente. (No meu freezer, foram umas três horas para congelar, mas tenho um freezer grande.)  Servi com geléia de pimenta. Ficou um arraso!

Fritei uma parte, experimentei outra na Airfryer e congelei o restante. Para congelar, coloquei um papel toalha no fundo de um pote com tampa e os dadinhos de tapioca já congelados, coloquei outra folha de papel toalha e mais uma camada de dadinhos e assim por diante. Congelei com a tampa do refratário fechada. Para fritar, foi só retirar os dadinhos e colocar no óleo bem quente.

Dicas: Não descongele para fritar!
Corte a massa em dadinhos, assim que ela endurecer um pouco no freezer, não deixe congelar, pois ela ficará muito dura para ser cortada.
Eu usei queijo minas padrão, não sei dizer se dá certo com outros tipos de queijo.